Jerusalem

Revisto em Chodesh HaRevi’i -  4º Mês 5776
 

     Através de estudos realizado sobre simbologia nos textos bíblicos sabemos que o Eterno também utiliza nome de cidades para representar reinos. Portanto em Zc 12:2-3,9 quando é dito que todas as nações se ajuntarão contra Jerusalém, significa que elas se levantarão contra o Estado de Israel como um todo.

Por que Israel é tão precioso aos olhos do Eterno ? 

1.     Porque o Eterno é um Deus fiel, e com Israel esta o concerto firmado entre Ele e Abraão:

  • Território = Estado de Israel.  Gn 12:7; 15:17-21. 
  • Seus habitantes = Descendentes de Jacó, filho de Isaque, que foi filho de Abraão   Gn 22:18;  35: 9-12.

2.     Ali se cumpriram as profecias alusiva a duas das três festas fixas instituídas pelo Eterno.   Êxodo 23:14-19.

  • Páscoa – Lv 23:4-14
  • Pentecostes  -  Lv 23:15-23

3.     Ali se cumprirá a terceira e última festa fixa estabelecida pelo Eterno, festa esta que aponta para a execução da sentença da Lei sobre justos e ímpios. Ex. 23:16 up.

  • Festa das trombetas  Lv. 23:23-25
  • Dia da Expiação.  Lv 23: 26-32.
  • Festa dos Tabernáculos.  Lv. 23: 33-44
  • Reunião solene .  Lv. 23: 39.

     Jamais conseguiremos entender o que se passa no Oriente Médio nos dias atuais, como também jamais entenderemos o motivo de tamanha desventura sobre o povo judeu desde sua origem até os nossos dias, se não tivermos uma compreensão no plano espiritual do motivo pelo qual o Eterno tomou Israel por Sua testemunha.

     Como a atuação das hostes espirituais já foi analisada em diversas pesquisas das quais recomendamos Apoc. 12  e  Apoc. 14, faremos um breve resumo do motivo de tamanha crise no Oriente Médio, e porquê o destino de todas as nações será decidido ali.

     Após sua expulsão das regiões celestes devido a condenação recebida no juízo mencionado em Daniel capítulo sete, por ter rejeitado a soberania do Eterno por sua rebeldia em não reconhecer a unção concedida ao Anjo do Senhor (Miguel)  visto a Lei considerar o pecado de rebeldia como feitiçaria (ISm 15:23; Jr 28:15) e como já estudamos anteriormente que esse julgamento mencionado em Daniel sete e Apocalipse doze teve o seu encerramento em torno do século XIX EC, chegamos a conclusão de que a expulsão de satanás deve ter ocorrido em algum período entre os anos 1801 a 1900 EC.

     Ap 12:13 menciona que o dragão ao ser expulso dos céus passou a perseguir Israel, simbolizado nesta profecia pela mulher (nação de Israel) que dera à luz o filho varão (povo  Judeu) causador de sua derrota.

Mas por que satanás, simbolizado pelo dragão, procura destruir o povo judeu como também impedir o seu retorno para a terra prometida a Abraão?

  • Ele sabe que é justamente na terra prometida que deverá se cumprir a terceira festa instituída pelo Eterno, a Festa dos Tabernáculos, festa esta na qual esta prefigurada a execução da sentença contra ele proferida pela Lei, e por isso mesmo, intitulando-se Alá, o deus dos mulçumanos, que na verdade era a principal divindade pagã da tribo a qual Maomé pertencia e cujo nome ele preservou para manter o apoio de sua tribo na reforma religiosa que realizou ao destruir todos os ídolos da caaba, acabando assim com o politeísmo das diversas tribos árabes, hoje em dia  Alá através dos povos islâmicos, procura impedir a presença de Israel naquela região visto que a Festa dos Tabernáculos só poderá ter o seu cumprimento na terra prometida e sob soberania Israelense.

     O conflito árabe israelense muito mais que um conflito político militar, trata-se realmente de um conflito espiritual, onde, em uma tentativa desesperada para impedir o cumprimento da sentença da Lei do Eterno, satanás utiliza-se de todos os meios através de seus seguidores, (falso profeta = seguidores do islã) para impedir a presença de Israel naquela região.

      Em Ap. 6:2 observamos que ao ser aberto o primeiro selo, foi visto um cavaleiro sobre um cavalo branco, tendo um arco, e ao receber uma coroa, saiu vencendo e para vencer. Esta profecia aponta para o momento em que Miguel após vencer satanás no juízo mencionado anteriormente, sai para conduzir seu povo à vitória, o que podemos constatar nas diversas guerras travadas por Israel ao longo de sua história desde a independência em 1948.

 

No Oriente Médio, mais precisamente em Israel, será selado o destino de todas as nações:

  • Ou se posicionam a favor do concerto perpétuo que o Eterno estabeleceu com Abraão, Isaque e Jacó, defendendo o direito de Israel se estabelecer em todo o território prometido aos patriarcas, uma área muito superior a ocupada pelo atual Estado Judeu.
  • Ou se posicionam em obediência à besta (UE), a sua imagem (ONU) e ao falso profeta (nações islâmicas) cujos sinais (atentados terrorista) seduzem as nações (Ap. 19:20), para que estas se posicionem a favor da criação de um estado palestino dentro do território que pertence a Israel, violando dessa forma o concerto estabelecido entre o Eterno e Abraão, trazendo sobre si Seus justos juízos.

Sem que o percebam, os líderes mundiais estão decidindo o destino das respectivas nações ao tomarem sua decisão:

  •  Temer ao Eterno e dar-Lhe glória posicionando-se a favor do concerto por Ele estabelecido com Abraão e sua descendência por parte de Isaque e Jacó.
  •  Adorar Alá por conveniência ou convicção ao apoiarem as decisões da besta (UE), e sua imagem (ONU), que induzidas pelo falso profeta (nações islâmicas) e seus sinais (atentados terrorista), promovem a destruição do Estado Judeu (Israel).

     Infelizmente como podemos observar, os governantes mundiais estão se posicionando em favor da adoração (obediência) a Alá, o que inevitavelmente atrairá os juízos do Eterno descritos em Ap. 14:6-11 sobre as respectivas nações por eles dirigidas.

     Embora os governantes mundiais se posicionem contra o Eterno, cada cidadão, individual e independentemente da posição assumida por seus representantes, poderão se posicionar a favor do concerto estabelecido pelo Eterno com Abraão. Será apenas sobre estes que se cumprirá a promessa mencionada no salmo 91.

  • Nosso sincero desejo é que você também esteja entre aqueles que permitiram que o conhecimento do Eterno penetrasse em seu coração, de maneira que possamos estar juntos entre aqueles a quem o Messias virá resgatar por ocasião do cumprimento da Festa dos Tabernáculos.

 

                                         Saiba mais

Shalom!

 

Comentários

 

 

Contato

Conhecendo a Verdade

e_b_verdade@hotmail.com

Pesquisar no site

© 2012 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode