Monoteísmo

Revisado em Chodesh HáShishi      5776 – 6º Mês

As maiores religiões monoteístas do mundo: 

  1. Judaísmo --   Adora a Iahweh, o Deus criador dos Céus e da Terra, o Deus de Abraão, Isaque e Jacó.
  2. Cristianismo --   Professa adorar a Iahweh, o Deus criador dos Céus e da Terra, o Deus de Abraão, Isaque e Jacó, o mesmo Deus adorado no judaísmo.
  3. Islamismo --   Embora professe adorar ao Deus de Abraão, na verdade adora a Alá, principal divindade da tribo de Maomé, antes que este realizasse a reforma espiritual que deu origem ao islamismo.
  • (*)  Embora o cristianismo que teve sua origem no judaísmo seja monoteísta em sua origem e essência, dele originou-se a igreja cristã, que, afastando-se dos princípios adquiridos de Israel, tornou-se uma instituição independente, e a única religião que, dizendo-se monoteísta, defende um monoteísmo composto por três deuses !!!???


Pode uma religião que adora três deuses ser considerada monoteísta?

  • Re:   É óbvio que não !

Espírito Santo

Quando analisamos o termo Espírito Santo sem nenhum preconceito, verificamos que essa expressão possui mais de uma aplicação:

  1. Refere-se ao Deus eterno.
  2. Refere-se a capacitação (poder, autoridade e habilidade = dons do Espírito) outorgado pelo Eterno e que reveste a tantos quantos Ele determinar, habilitando-os no desempenho de seu chamado.
  3. Refere-se a todos seres espirituais (anjos), que se mantiveram leais ao Deus eterno.

   A expressão Espírito Santo se refere ao Deus eterno quando em termos absoluto aponta para um ser todo poderoso; refere-se tambem aos anjos leais que saem de Sua presença para cumprir o Seu mandar, ou mesmo a capacitação outorgada àqueles que dentre a humanidade Lhe são fiéis.

É o Espírito Santo um ser pessoal, dotado de livre arbítrio e merecedor de nossa adoração por compor uma suposta trindade como ensinado por muitos teólogos cristãos ?

  • Re:   Não !
  • Como mencionado acima, a expressão Espírito Santo pode se referir ao Deus eterno, aos anjos leais, ou a capacitação outorgada à humanidade para o desempenho de qualquer atividade que pelo Eterno seja determinada.

Lv. 11:44 

  • Em Levítico encontramos o Eterno declarando a Israel que Ele é Santo.

   O desconhecido autor do livro aos Hebreus apresenta os anjos como sendo espíritos ministradores (Hb 1:13 e 14), e sendo eles seres santos (os leais ao Eterno), podemos afirmar que os anjos  a quem o Eterno envia para servir em favor dos que hão de herdar a salvação, conforme  Sl 34:7; 91:10-12; etc... são chamados de Espírito Santo.

  Nesse contexto, a expressão Espírito Santo é a capacitação (autoridade) outorgada pelo Eterno que reveste aquele a quem o mesmo for concedido. É como um sinal invisível a nossos olhos mas visível aos seres espirituais, e sensível aos elementos da natureza.

  • Podemos ilustrar esse fato com uma cerimônia de investidura onde um soldado ao receber das mãos de seu superior uma insígnia, esta se torna um sinal visível a todos os seus companheiros, de que a partir daquele momento, devem prestar-lhe obediência, e a recusa será considerada como uma afronta àquele que lhe conferiu tal autoridade, e passível de punição.
  • Na Escritura Hebraica a expressão Espírito de Deus também tem o significado de  conhecimento habilidade que o Eterno concede a quem Lhe apraz.

   Com a ilustração acima podemos entender que Espírito Santo nesse contexto não é um ser pessoal, independente do Altíssimo e dotado de livre arbítrio, mas sim a capacitação que Ele outorga àqueles que O serve, podendo ser bem utilizada ou desperdiçada por aquele a quem for concedida como descrito nos versos abaixo: 

Jz. 3:10 
O Espírito do senhor veio sobre Otniel.

  • Otniel foi capacitado pelo Eterno para livrar Israel do poder do rei da Síria.

Jz. 6:34 
O Espírito do Senhor revestiu a Gideão.

  • Gideão foi capacitado pelo Eterno para livra Israel do poder dos midianitas; ainda assim ele mostrou-se inseguro no início.

Jz.14:6,19; 15:14; 16:19

  • A força física de Sansão era o dom que o Eterno lhe conferiu para que livrasse a Israel do jugo dos filisteus. Infelizmente ele o desperdiçou, de modo que trouxe grande desgraça para si mesmo.

I Sm 10:1,6; 16:14
Assim como o Espírito do Senhor se apoderou de Saul, também dele se afastou devido a sua infidelidade ao Eterno.

  • Ao ser revestido pelo Espírito Santo, Saul foi capacitado pelo Eterno para governar sobre Israel.
  • Devido a sua infidelidade, Saul perdeu essa capacitação.

I Sm 16:13
O Espírito do Senhor se apoderou de Davi.

  • Davi foi capacitado pelo Eterno para reinar sobre Israel.

Nm. 22 - 25; 31:1-8

  • No livro de Números é apresentado o relato de Balaão, que, procurando tirar vantagens para si da capacitação que o Eterno lhe concedera, atraiu sobre si grande desgraça.
  • Com o exposto acima, verificamos que a expressão Espírito Santo, quando não esta se referindo ao Deus eterno nem aos anjos, não se trata de um ser pessoal, independente, dotado da mesma natureza do Eterno e com livre arbítrio, mas sim a capacitação (autoridade) que Ele outorga, podendo ser bem utilizada ou desperdiçada por aquele a quem for confiada.


   Em João 14:26, encontramos como atribuição do Espírito Santo, o ato de ensinar e lembrar a verdade aos servos do Eterno, habilitando-os para o seu chamado.

Sendo o ato de lembrar e ensinar o temor do Eterno uma atribuição do Espírito Santo, encontramos diversos textos bíblicos em que essa atribuição aparece sendo exercida pelo Eterno, Jesus, anjos e homens, como poderemos ver a seguir: 

 

                       Textos do Velho Testamento

Gn. 6:13 – 7:1-5

  • O Eterno instrui a Noé.

Gn. 12:1-4

  • O Eterno instrui a Abrão.

Jz. 6:11-24; 7:2-8

  • O Anjo do Senhor aparece a Gideão para animar e instrui-lo, de maneira que viesse libertar Israel do jugo dos midianitas.

Jz. 13:3-7,9-14

  • O Anjo do Senhor aparece a Manoá e sua esposa para instruí-los quanto ao nascimento de Sansão.

Dn. 8:16; 9:21-22

  • O anjo Gabriel foi incumbido de explicar ao profeta Daniel o significado da visão.

II Sm. 7:1-17

  • O profeta Natã foi enviado para instruir Davi quanto a seu desejo de edificar uma casa ao Deus eterno.

II Sm. 12:1-25

  • O Eterno enviou o profeta Natã para repreender ao rei Davi.

II Sm. 24:11-14

  • O Eterno envia o profeta Gate para repreender ao rei Davi.

II Sm. 24:15-16

  • O Eterno determina que Seu anjo cesse com o castigo sobre Israel.

II Sm. 24:17-25

  • O Eterno envia o profeta Gate para instruir o rei Davi no que deveria fazer para que o castigo sobre seu reino cessasse.

 

                        Textos do Novo Testamento

O próprio cânon cristão esta repleto de exemplos:

Lc. 24:4-8

  • Dois anjos lembraram às mulheres que foram ao sepulcro, as palavras de Jesus.

 

At.5:19-20

  • Um anjo do Senhor livra os apóstolos da prisão, e os instrui no que devem fazer.

At. 5:32

  • O Espírito Santo é concedido pelo Eterno àqueles que O obedecem.

At. 8:26,29,39-40

  • Um anjo do Senhor instrui a Filipe.

At. 12:6-10

  • O Eterno envia um anjo para libertar o apóstolo Pedro da prisão.

At. 27:21-25

  • O anjo do Senhor orienta Paulo para que este conforte todos os que se encontravam juntamente com ele no barco.

Ap. 19:10; 22:8 e 9

  • Os anjos do Senhor são nossos conservos.
  •  

     Analisando o Episódio de Ananias e Safira. Atos 5:1-12

   O próprio cânon cristão (NT) contradiz os teólogos trinitarianos que em seu desespero para tentar provar a existência de uma trindade,  violam os princípios de interpretação bíblica ao servir-se do episódio de Ananias e Safira na tentativa de provar que a expressão Espírito Santo ali mencionada indica a existência de um ser divino, pessoal, dotado de livre arbítrio, da mesma natureza e com o mesmo poder e autoridade do Eterno. 

Examinando esse episódio sem violação dos princípios de interpretação bíblica, chegaremos a seguinte conclusão: 

At. 5:3 e 4.

  1. “...para que mentisses ao Espírito Santo...” vs. 3
  2. “... Não mentiste aos homens, mas a Deus.” vs. 4


   Servindo-se destes dois versículos isoladamente, os teólogos atribuem personalidade ao Espírito Santo, alegando que somente um ser com personalidade própria poderia ser enganado.

   Os teólogos procuram ocultar o verso dois, onde fica bem claro que a intenção de Ananias e Safira era enganar os apóstolos ali presentes.

 

Perguntamos:

A quem Ananias e Safira mentiram ?

  • Eles mentiram aos apóstolos ali presentes, isso está bem claro no verso dois do capítulo cinco do livro de Atos.

 

Porque então Pedro lhes disse que mentiram ao Espírito Santo ?

   Em I Samuel 8:7 é ensinado qe Israel ao rejeitar a liderança de Samuel, na verdade estava rejeitando a liderança do Eterno. Portando, a real interpretação do episódio de Ananias e Safira seria a seguinte:

  • Ananias mentindo aos apóstolos  na verdade estava mentindo àquele que os capacitou  para que ensinassem ao povo.
  •  

Analisando o Episódio do Batismo de Jesus. Mt. 3:16-17

    Semelhante ao que foi considerado acima, os teólogos em seu desespero por provar a existência de uma trindade, utilizando-se do texto de Mt 3:16-17 correm sério risco de cometer o pecado imperdoável ao atribuir ao Eterno um ato típico dos praticados por satanás e sua hoste...

    Se como os teólogos ensinam, o Espírito Santo é um Deus, dotado de livre arbítrio, da mesma natureza e mesmo poder e autoridade do Deus eterno, o que significa o relato de Mt 3:16-17, se não a primeira seção espírita mencionada no Novo Testamento ?

    Se Jesus ao sair das águas, o deus espírito santo sob a forma de uma pomba desceu sobre Ele (baixou = incorporou), que foi que Jesus fez em nosso favor já que o espírito que n'Êle incorporou é que realizava todas as coisas ? 

   Não queremos dizer com isso que todos os que crêem na trindade já tenham cometido o pecado imperdoável, mas sim que a partir do momento que o Eterno nos da a verdadeira compreensão da verdade, o persistirmos no erro nos afasta mais e mais de Sua presença, o que caracteriza o pecado imperdoável, ou seja, confiar mais nos homens do que no Eterno.



Shalom !

                                     Conheça mais

 

COMENTÁRIOS

 

 

 

 

 

Contato

Conhecendo a Verdade

e_b_verdade@hotmail.com

Pesquisar no site

© 2012 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode