ORIGEM DO "BIG BANG"

                                Origem do big bang

Embora tenham surgido conceitos para explicar a origem do Big Bang, tais como a teoria da “Radiação Cósmica de Fundo” também chamada de “Eco do Big Bang”, o “Redshift” conhecido como o desvio para o vermelho no espectro das galáxias distantes, e a abundância de Hélio (segundo elemento químico da tabela periódica) no Cosmo, nenhuma explica a origem do Big Bang nem como era o Universo antes dele..

O que ocasionou o Big Bang é uma pergunta que os cientistas ainda não sabem responder, mas a Escritura Hebraica pode ajudar.

Como se originou o Big Bang?

Como era o universo antes do Big Bang?

Na Escritura Hebraica no livro do profeta Isaias 43:13 está escrito que antes que existisse o tempo, o Eterno já se fazia presente. Sabemos também que o tempo como o conhecemos hoje, só pôde existir após o surgimento da matéria visto que tempo é o período gasto para percorrer a distância entre dois pontos, que neste caso são dois objetos que por sua vez são formados por um aglomerado de matéria, matéria essa surgida somente após o Big Bang, ou mesmo marcar período entre o início e o final de uma reação química/física da matéria.

Embora a origem do Big Bang seja uma grande incógnita para os cientistas, creio que todos concordam que a matéria teve sua origem na fusão nuclear que acontece no núcleo das estrelas, portanto, houve um período na eternidade em que a matéria não existia. Partindo desse princípio e sabedores de que a matéria é formada por átomos, e estes por prótons, nêutrons e elétrons que por sua vez são formados pela fusão de partículas subatômicas, concluímos que: como a matéria surgiu com o Big Bang, e sem a presença da matéria não pode existir tempo nem espaço, o Universo, embora fosse um imenso vazio (sem matéria), era, como também ainda é, rico e abundante em partículas subatômicas.

Creio que em um determinado tempo na eternidade, o Eterno, cuja existência é anterior ao tempo (Isaias 43:13 – Bíblia Hebraica), ativou uma reação em cadeia em meio a essas partículas  que se propagou pelo vasto universo à semelhança de um incêndio florestal onde o fogo pode até mesmo ter sua origem  com uma pequena fagulha, mas à medida que se propaga produz calor cada vez mais intenso e imensas nuvens de fumaça e fuligem, podendo atingir toda floresta caso não haja alguma intervenção.

  Já em relação a reação em cadeia das partículas subatômicas ativada pelo Eterno, à medida em que ela se propagava pelo Universo, sua temperatura aumentava de intensidade ao ponto de causar a fusão das partículas subatômicas dando origem assim a prótons, nêutrons, elétrons, e imensas nuvens de Hidrogênio (primeiro elemento químico da tabela periódica formado apenas por um próton e um elétron, sendo também o combustível primário das estrelas), e a gravidade.

Essa gigantesca nuvem de Hidrogênio sendo comprimida pelo Eterno através da força da gravidade deu origem a mega estrelas (pontos luminosos) que após esgotar todo seu combustível primário (Hidrogênio)  e secundário (outros elementos químico formado em seu núcleo pela fusão nuclear do Hidrogênio e demais elementos formado a partir de então), gerou uma hipernova (um big bang – grande explosão) que espalhou pelo vasto universo toda matéria (elementos químico da tabela periódica) por ela gerada em seu núcleo, matéria essa com a qual o Eterno formou todo vasto Universo com suas múltiplas características.

Shalom!

 

Contato

Conhecendo a Verdade

e_b_verdade@hotmail.com

Pesquisar no site

© 2012 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode